Copyright © 2013. Bordados Etc e Tal. Todos os direitos reservados.  Produzido por
“Roca” e “Bordados”, de Denise Mendonça
canções do CD Marias Brasilianas
A Arte do Fio - Instituto de Arte TEAR.
Rua Coronel Melo de Oliveira, 809
Vila  Pompéia - São Paulo
11 3875-0696 e 11 9 7216-7678
Deixe seu nome, telefone e e-mail para ficar sabendo das novidades em primeira mão!
Maria Lúcia Martins Monteiro - Niterói - RJ
Livro: Bordados de Outrora, Mulheres de Agora

"Querida Jaci  (...)   através da apreciação do seu trabalho e de como ele se desenvolve, me vi dentro de um mundo de lembranças afetivas, do qual 3 mulheres maravilhosas, bem distintas em épocas e na maneira como viam o mundo, são responsáveis pois fizeram e fazem parte do meu crescimento como ser humano, amante da natureza, apaixonada por livros , amante dos trabalhos feitos com as mãos (bordados, pinturas, artesanato em geral (...) sempre feitos com o coração e valorizando a criação própria.  Esse mundo meio adormecido se revelou no momento em que comecei a ter contato visual com seus trabalhos e a maneira que você correlaciona e valoriza 1º a criação, depois o desenho e o bordado com a importância do acabamento e escolha da cores. 

(...) Então vieram lembranças (as primeiras) da vovó que sabiamente, na hora das escolhas de cores ou dos desenhos, não opinava mas sempre me mandava dar asas à imaginação...  se eu estivesse em dúvida bastava olhar para os periquitos que tínhamos e que eu amava tanto (...)
E observasse as infinitas combinações de cores que tinham e tentasse reproduzi-las, pois a natureza era sábia, bastando que nós a olhássemos com o coração!"

(...) No livro MULHERES DE OUTRORA, BORDADOS DE AGORA, belíssimo livro, reencontrei fatos lindos de uma infância rica em aprendizados, amor e o princípio bem colocado de que temos escolhas. Esse tempero de amor aflorou e me fez lembrar muito de você e de que nada é por acaso! Essa magia aconteceu desde de que mantivemos contato e a partir daí venho acompanhando os seus trabalhos e das outras pessoas, lindas, que fazem parte da história desse Atelier que eu chamo de Refúgio das Fadas.  PARABÉNS, JACI!
Maria Estela Monteiro - Piracicaba - SP

"Jaci querida, recebi seu livro. Que delícia! Chegou bem no dia do meu aniversário. Um presente com a força de mulheres tão fortes. Parabéns pelo trabalho em mesclar com cores o bordado e a literatura. Vou deitar com ele, pois ainda não pude ler. Depois comento as marcas que ele teceu em meu coração. Obrigada!"

                                 ------------------------------------------------------
Roseli Gomes Pereira - Santana do Parnaíba - SP - Caderno Sinfonias de Outono

"Oi Jaci, minha encomenda chegou,vc está de parabéns pelo capricho do caderno, obrigada, até o próximo livro. Beijo"

                                 ------------------------------------------------------
Cris Turek - Editora do Blog Vila do Artesão -- João Pessoa - Paraíba - 25.03.2014

"Nossa Jaci, que prazer enorme ter trabalhos seus no Mural da Vila. Sou muito suspeita, pois sou sua fã!!!  Mas pra você temos que oferecer muito mais do que isso, você está acima do padrão e da excelência.  Vamos pensar num post sobre seu trabalho. Não precisa ser longo, mas contando um pouco de sua história, do seu início. Acho isso muito interessante sempre, e um bom incentivo para quem está indeciso sobre artes e artesanatos.  Fora que seu papel como pessoa que registra trabalhos bem feitos de vários outros artistas, bom.....isso só já dá pano pra manga..."
                                 ------------------------------------------------------
Sigo encantada, há muito, o bordar de Jaci Ferreira. E assim deixei as montanhas de Minas para ir a São Paulo, em uma manhã gelada. Assim que cheguei a recepção calorosa mudou a paisagem: feminice pura, flores, um café muito gostoso e as cores, linhas, novos pontos e um novo universo se descortinava. Os workshops aqui e lá foram estreitando os laços e quando recebi o convite para participar do Projeto Feminices, da Ciranda Bordadeira fui tomada por uma emoção enorme e várias interrogações. Fiz uma viagem para dentro de mim, retornei às minhas raízes, revisitei o feminino familiar e as melhores lembranças vinham com um toque de humor, não concebia a minha feminice sem ele. E assim, sob a batuta atenta e delicada da Jaci vivenciei essa experiência de profunda aprendizagem. Gratidão é o sentimento que toma a minha alma. E, mais uma vez, citando o grande Rosa, "junto dos bom que você fica mió", é assim que eu quero continuar...

Valéria Inez Pimenta - BH

                                          --------------------------------------------------


Mais um belíssimo empreendimento esse seu Feminices Jaci!!!
Parabéns!
Você superou o papel de Curadora! Foi além! Criou uma nova perspectiva de gestão da arte coletiva. Tornou-se uma formadora de identidades. É um caso pra estudo esse processo conduzido e vivenciado conosco. Enquanto Grupo temos o privilégio da experiência. Parabéns amiga!
Que não lhe falte saúde e condições materiais para reger essa orquestra  pois  inspiração e determinação  já  mostrou que tem de sobra. Vamos em frente!
Grande abraço a todas que souberam valorizar mais essa experiência e aprendizagem.

Suê Galli
                                        --------------------------------------------------


OLÁ, JACI E DEMAIS “BORDAMIGAS”,

Fiquei encantada com a variedade das alternativas encontradas para responder às “Feminices”.
Cada uma de nós, dentro dos seus limites, expectativas e desejos,  atendeu ao convite da nossa curadora.
Parabéns, Jaci, pelo conjunto da obra... parabéns, colegas, pelas respostas apresentadas.
Foi um prazer participar deste trabalho com todas vocês...

Beijos mineiros da
Regina Massara

                                        -------------------------------------------------

Queridas bordadeiras,

O conjunto de bordados ficou maravilhoso!! 
Parabéns a todas e a nossa querida curadora e idealizadora do projeto Jaci Ferreira.
Estou muito feliz em participar e tenho certeza de que a Exposição será um sucesso.

Beijos a todas,

Anne C. Olesen

                                        --------------------------------------------------
Regina Schwandner:

Realmente, um grupo delicioso. Saí feliz da vida com meu bordado, com as novas linhas, com as cores escolhidas, com a companhia.... tudo que uma alma feminina precisa...

                                          --------------------------------------------------
Ana Rosa Sanchez da Silva

Vera Simonetti, feliz! o bordado tem disso. E Jaci Ferreira é uma mulher porreta, daquelas que marcam (bordam) a vida da gente, muito, muito talentosa e querida.

                                          --------------------------------------------------

"Interessantíssima a entrevista da Jaci Ferreira sobre o bordado como forma de terapia e atividade de convivência social.
Reserve alguns minutinhos pra ouvir e entender a profundidade subjacente aos trabalhos feitos à mão.
Parabéns Jaci, amei!!!  

Cris Turek - João Pessoa-PB"

                                          --------------------------------------------------

Gostei muito da distinção que a professora Jaci faz entre terapia ocupacional e psicanálise ou psicoterapia. Apesar do ganho emocional do fazer manual/artístico, a proposta das aulas de bordados não é de psicoterapia. Porém, a melhora emocional de quem se dedica aos trabalhos manuais é inegável. Eu mesma sou muito beneficiada por essa atividade.

Denise Oliveira
                                          --------------------------------------------------
Gladys Varas Siqueira:

Cada dia recebo um encanto de vocês! Sou surpreendida pelo colorido, criatividade e delicadeza, preenchem meu coração! Meninas talentosas demais...
                                        --------------------------------------------------
Bianca Viscomi

Jaci querida, obrigada por esta jóia que enfeitou a chegada da minha pequena! Não houve quem não elogiasse sua obra de arte na maternidade! Que Nsa Sra Aparecida siga abençoando nossas vidas! Um beijo, com muita gratidão! Bianca

                                         --------------------------------------------------
NOSSA SENHORA CHIARA
Fiquei emocionada quando recebi da Jaci o exemplar da revista, onde vi meu trabalho. Desde que comecei a bordar, sabia que tinha algo mais do que o simples "fazer um bordado". Encontrar a Jaci foi uma das melhores coisas na minha vida.
O bordado em homenagem a meu pai foi muito forte e significativo. Foram meses de briga, de alegrias e de tristezas, acompanhados pacientemente pela Jaci. Todo o conteúdo do trabalho me assustava, as lembranças eram muito vivas, as sensações e emoções, arrebatadoras. Acho que vários anos de terapia não me proporcionaram essa riqueza de experiência...
Obrigada Jaci, pela competência, pela paciência e cumplicidade. Beijos querida.

Fátima Majolo
                                          --------------------------------------------------


Jaci, gostei muito do seu artigo. Embora ele esteja repleto de conceitos psicanalíticos, pois se destinou a uma revista especializada, imagino que mesmo quem não tem formação teórica específica pôde captar a essência do que vc pretendeu tratar.

Através de sua análise e de sua pesquisa de campo, pude pensar um pouco mais nos sentidos desse nosso Fazer. Sempre concluo que o "Bordar" é uma atividade cujo sentido está no próprio "fazer". O valor do bordar está em que podemos, assim, expressar nossa subjetividade, preencher nossas lacunas de significados, dando às nossas memórias pessoais uma materialidade que pode ser compartilhada com outros sujeitos e, dessa forma, articulamos os nossos mitos pessoais com a corrente cultural na qual estamos inseridos.

Em nosso momento atual de mudança de paradigma nas relações interpessoais, com essa verdadeira revolução promovida pelo advento da sociedade de informação, da internet, etc., vemos com bastante interesse esse "retorno às origens", um ressurgimento do tradicional "fazer feminino" agora com uma nova roupagem e com uma nova atitude. É curioso esse crescente interesse pelas artes manuais como um contraponto da alienação e do isolamento na sociedade contemporânea. Embora esse movimento seja bastante complexo, vc nos ajudou, com sua análise, a compreendê-lo um pouco melhor. Parabéns pelo artigo. Sucesso, Bjo

Denise Oliveira

                                          --------------------------------------------------

Boa tarde, Jaci! Tudo bem? Meu nome é Dalila, sou bordadeira e estudante de Letras na UFOP, meu Campus fica em Mariana. Já acompanhava com muita admiração o seu trabalho. Numa conversa com a Professora Fernanda, que lidera a Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária aqui, ela me mostrou seu livro Mulheres de Outrora, bordados de agora. Nós estamos sonhando em levar para a Comunidade Bento Rodrigues o bordado como arte terapia e complemento de renda. Seu trabalho nos inspira! Muito obrigada!

Dalila Realino - Mariana - MG
                                          --------------------------------------------------
Depoimentos
(11) 3875.0696
(11) 97216.7678
Cursos e workshops em bordado contemporâneo
AULAS de
Bordado Livre
NOVAS TURMAS!
Exposição AMO CAFÉ
Veja mais na página Exposições.
exposicao-amo-cafe
NOVA
Oficina de
IMPRESSÃO
BOTÂNICA
NOVO VÍDEO
Impressão
botânica